IMG_6182

Nutolla – uma receita que dá aquele toque de crocância.

O que é? Pra que serve? Pra comer purinha, com iogurte, com cremes, com sopa, com frutas, na salada, na comida mesmo… Essa é a #nutolla, uma versão mais gostosa (e nutritiva) do que a granola comum.

Receita e Modo de preparo:

1. Triture de leve, uns 5 tipos diferentes de oleaginosas (castanha-do-pará, nozes, avelã, castanha de caju, amêndoas laminadas) e misture com cranberry e chia, em torno de 100g de cada ingrediente. Se tiveres no armário algumas outras coisinhas esquecidas (sementes e nuts), adicione também!

2. Em seguida, adicione um fio de óleo de coco, um toque de canela e de sal ou adoçante (eritritol, xylitol – previamente batidos no liquidificador para virar pó) e de extrato de baunilha (se quiser e tiver);

3. Misture bem;

Já coloque o forno a pré-aquecer à 180oC.

4. Coloque em uma assadeira e pressione a mistura com a colher para nivelar.

5. Leve para assar por 60 minutos ou até dourar bem toda a porção. Durante esse tempo, retire a assadeira a cada 15 minutos, para mexer e nivelar novamente- garantindo assim, uma torra mais uniforme.

É simples assim 🙂

Faça a sua Nutolla, e depois me conta através dos comentários, o que achou dela. Beijos

IMG_6172

QUANTOS OVOS POSSO COMER POR DIA?

🐣

Ovo, um alimento da natureza tão completo, que gera uma vida!

Bolacha recheada, um alimento da indústria tão completo, que gera vício!

.

Por que mesmo, estamos preocupados com a quantidade de ovos por dia, e não com a quantidade de bolacha recheada e seus semelhantes? Clique aqui para entender mais sobre o que estou falando.

.

Perdemos a referência?

 

Desconfiamos tanto da natureza e agimos de maneira leviana com nossa saúde, ao nos alimentarmos atendendo mais nossos desejos, do que nossas necessidades. Perdemos a sabedoria do comer para ter saciedade, além da satisfação, e achamos normal sentir fome o tempo todo, como se fosse um defeito do organismo, cada vez mais sobrepesados e doentes, cada vez com fome mais insaciável… do outro lado, pessoas que estudam ciências da saúde, tentam nos convencer que o corpo é matemática, basta comer menos e gastar mais, a conta fecha! Mas o corpo não! Ele se cobra, com o objetivo de te manter vivo, aumenta a fome, e te deixa mais sonolento. Isso pode ser levado por um tempo, mas ninguém aguenta passar fome e ficar indisposto a vida inteira.

Não é mesmo?

.

Como mudar isso? Priorize comida da natureza que não tenha sido processada pela indústria.

vitamin-c-3684098_1280

Como acelerar o processo de emagrecimento?

Se tem uma coisa que acelera o processo de emagrecimento, essa coisa é a tal da “paciência”.

É ilusão achar que estratégias extremas são mais rápidas e eficientes. Veja bem… a maioria das pessoas faz de tudo e não sai do lugar 🤔.

RESULTADOS levam tempo! É preciso ter paciência e dar o seu melhor! Porque a “coisa” mais eficiente se chama: “mudança de hábitos”.

Porque é melhorando o que não está alinhado aos objetivos, que se obtém diferentes resultados.

Não existe atalho, nem mágica! Muito menos chás ou termogênicos que farão por ti, o que tu mesmo não faz.

O PROBLEMA é essa pressa toda, é o querer para ontem!
É O QUERER que as mudanças de uma semana ou um mês, já provoquem resultados extraordinários! Como se o teu corpo fosse um transformer… Mas isso é ilusão! Teu corpo demora para construir tecidos (mesmo o gorduroso), e o mesmo vale para “destruir” estes. Não é da noite para o dia, é de um conjunto de dias, meses e/ou anos.

E vai por mim, mudar hábitos, aderir novos e desapegar dos antigos, faz toda diferença!

Porque na tua mente não se trata de algo momentâneo, se trata de fazer diferente, se trata de uma escolha feita para a vida.

Assim tu poupas tempo, já que não há altos e baixos, não há picos de engorda e de emagrecimento. Não há confusão do que fazer para se “libertar” desse estresse. .
Porque uma mente consciente das alterações feitas, dos resultados obtidos e dos pontos que ainda podem ser melhorados, poupa tempo. Pois está sempre evoluindo, fazendo os ajustes e melhorias, enquanto o outro continua indo e voltando (sem sair do lugar). .
É isso a tal “COISA” que acelera o processo de emagrecimento.

O que fazer então? Pare de querer REMEDIAR maus hábitos que você ainda não escolheu mudar.
Você sabe onde está errando, e não é um “remedinho” que vai resolver tudo para SEMPRE.

Resultados para a vida, tem como BASE, os hábitos que aderimos durante a mesma. VOCÊ é resultado de todos os anos que se passaram

Pense nisso 😉
E

Não coma menos, coma melhor!

20525797_1485685734825828_7954008484204635282_n

O bom não é inimigo do ótimo!

Em tempos de ansiedade – finaleira do ano- a gente precisa ter a cabeça no lugar.
Se estiver tendo dificuldades de começar ou dar continuidade a algum projeto seu… Simplifique!
Trabalhe com o que tem!

Se tu não tens teu próprio galinheiro em casa, compre os ovos… entende? Se não for orgânico, caipira, de casca vermelha ou branca ou azul… ovo é ovo!

Tratando-se daquela mudança no hábito alimentar (sua dieta) que tu não conseguiu colocar em prática ainda… lembre-se que o bom não é inimigo do ótimo, e comece devagar! Quem deu o primeiro passo, já não está no mesmo lugar.

Da minha parte, se é que posso te ajudar em algo… Sugiro que comas quando estiver com fome, e até que estejas satisfeito. Não conte calorias, pelo mesmo motivo que você não conta quantas vezes respira por minuto – contar calorias é um conceito bizarro e ineficaz.
E esqueça os produtos industrializados – procure sempre comida de verdade.

cocktail-2295728_1920

Alimentos probióticos

Bactérias benéficas para potencializar a sua saúde.

Cada país tem algum alimento cultural, e muitos destes são probióticos, que surgiram dela necessidade de estocar comida por longa data sem o artifício da geladeira, ou de transportar alimentos por longas distâncias, ou de transformar o alimento em algo maior para alimentar mais pessoas, ou simplesmente aconteceu por mero acaso de uma receita ter dado errado.

A lista de alimentos que nos fornecem probióticos não é pequena, quando produzido de maneira original ou artesanal, você conta com essas bactérias do bem em: queijo, iogurte, kefir, tibico, firmijork, csy, chá, kombuchá, fresa, vinho, cerveja, cachaça, pisco, pão, massa, conserva de vegetais ou de ovos, carne seca, bacon, salame, chocolate, chucrute (sauerkraut)…


A lista é grande, e como já mencionei, me refiro ao produto produzido mais “artesanalmente”, e não aos exemplos industrializados que passaram a tomar conta das prateleiras dos supermercados. E não precisa ser “kefir”, há diversos alimentos citados que você provavelmente já conhece.


Onde encontrar? Na feira! No açougue, ou ainda melhor, feito em casa 😉


Você não precisa gastar muito pra ingerir boas e variadas fontes de probióticos, só um pouco do seu tempo… e ganha-se tanto em troca: saúde, qualidade de vida e mais tempo 😉

No episódio “4 – Terra” da série documental do Netflix “Cooked”, o chefe de cozinha Michael Polan, traz alguns exemplos de diferentes culturas. Fica a sugestão.