thumbnail_large

Como Acelerar o Processo de Emagrecimento?

Essa pergunta é tão comum, que até parece disco furado…

.

O “segredo” que costumo orientar aos meus pacientes, para obterem resultados mais rápidos e duradouros, se trata de construir pilares sólidos de “mudança de hábitos”.

.

Porque é melhorando o que não está alinhado aos objetivos, que se obtém diferentes resultados.

.

Não existe atalho, nem mágica! Muito menos chás ou termogênicos que farão por ti, o que tu mesmo não faz.

.

Não é um alimento que te engorda ou que te emagrece. Mas sim todo um contexto.

O PROBLEMA é essa pressa toda, é o querer para ontem!

É O QUERER que as mudanças de uma semana ou um mês, já provoquem resultados extraordinários! Como se o teu corpo fosse um transformer… Mas isso é ilusão! Teu corpo demora para construir tecidos (mesmo o gorduroso), e o mesmo vale para “destruir” estes. Não é da noite para o dia, é de um conjunto de dias, meses e/ou anos.

.

E vai por mim, mudar hábitos, aderir novos e desapegar dos antigos, faz toda diferença!

.

Porque na tua mente não se trata de algo momentâneo, se trata de fazer diferente, se trata de uma escolha feita para a vida.

.

Assim tu poupas tempo, já que não há altos e baixos, não há picos de engorda e de emagrecimento. Não há confusão do que fazer para se “libertar” desse estresse. .

Porque uma mente consciente das alterações feitas, dos resultados obtidos e dos pontos que ainda podem ser melhorados, poupa tempo. Pois está sempre evoluindo, fazendo os ajustes e melhorias, enquanto o outro continua indo e voltando (sem sair do lugar). .

É isso a tal “COISA” que acelera o processo de emagrecimento.

.

O que fazer então? Pare de querer REMEDIAR maus hábitos que você ainda não escolheu mudar.

Você sabe onde está errando, e não é um “remédinho” que vai resolver tudo para SEMPRE.


Resultados para a vida, tem como BASE, os hábitos que aderimos durante a mesma. VOCÊ é resultado de todos os anos que se passaram.


tudo 2

“Tudo tu podes, mas nem tudo lhe convém o tempo todo!”

Sabe aquele ditado: “nada é de graça”?

Pois é… Todo bônus requer um ônus.

Você só precisa escolher como vai pagar (ônus) por ele (bônus). E as moedas de troca são diversas, pois o bônus desejado vai lhe custar:

Seu tempo

Seu dinheiro

Sua dedicação

Sua saúde

Sua felicidade

(…) A questão é que você precisa saber o que quer e o quanto está disposto a pagar por isso, independente da(s) moeda(s) que serão investidas.

Uma coisa é certa, essa escolha não pode tirar a sua paz. Se tirar, provavelmente não vai dar certo.

Por isso a melhor dieta pra você é a que você consegue fazer. Essa será sustentável, assim como os resultados que a mesma traz. Porque você está em paz e feliz com suas escolhas.

Entenda: não existe mágica!

Todos querem o bônus, mas não querem arcar com o ônus.

É por isso que o mercado das soluções mágicas, enriquece pegando tanto trouxa, com café, shake, farinha, chá ou outros com o grande benefício milagroso: emagrecedor. 🤷🏻‍♀️

doce

Para sentir menos vontade de DOCES, coma mais AMARGOS

No consultório é quase sempre a mesma história: “Nutri, o MEU PROBLEMA É O DOCE!”, “Como faço para reduzir a vontade de DOCE?” … Acredite, preferências alimentares são aprendidas, e esse aprendizado começa desde quando éramos fetos, influenciados pelas escolhas de nossas mães. .

Sobre a questão comportamental, é assunto para um próximo post. Vamos AO QUE INTERESSA!

.

Para sentir menos VONTADE DE DOCES:

1. Inclua mais alimentos AMARGOS e AZEDOS na sua alimentação. Adapte à rotina! Sempre leio/ouço de quem faz o #desafiodocafésemaçúcar que passou a comer menos doces, que mudou o paladar e que agora gosta ainda mais de café. Sabe por que isso acontece? O paladar perdeu a referência de “super doce”, passou a ser mais sensível à pequenas doses de adoçante, e assim requer menos açúcar ou estimulantes de papilas p/ sinalizar a percepção do sabor, logo, naturalmente essa pessoa vai comer menos açúcar no hábito. Continuará gostando de doces, mas não TÃO doce. Se voltar a comer mais doce, a referência de açúcar aumenta, as papilas vão ficando menos sensíveis e acabam sempre pedindo mais. Ou seja, tu estás no controle! O doce não é o problema, a forma como lidamos com nossas escolhas é.

2. Experimente os alimentos in natura em suas diversas fases e formas: sem nenhum processamento ou ação térmica (cru), cozido, assado, grelhado… sem temperos e com temperos. Faça isso (além de comer mais amargos e azedos) sempre que possível, pois te ajudará a aumentar a tua paleta de sabores.

SUGIRO: Faça um teste com o chocolate (de maior teor de cacau), com o café (beba amargo), ou com outros alimentos que costumas adicionar adoçantes (artificiais/açúcares). Não vai ser gostoso (confortável) no início, mas depois de um tempo, tu ficarás impressionado(a) com o sabor real dos alimentos e começarás a gostar de alimentos e combinações que nunca imaginou. É o tal do prazer em sentir mais sabor no mais simples. Fazendo escolhas de coração, em paz e sem privação.

Sabem aquela frase que eu sempre digo né? Vamos ver quem é seguidor sabido do “processo” ou “jornada” 🤔.

screen

“Nutri, vou viajar e AGORA?”

PORQUE não é igual em casa.

Você não encontrará as mesmas coisas.

Se escolher por comida in natura ou em sua forma original, não terá erro.

Mas quando esse alimento vier embalado, terá que se atentar ao rótulo do mesmo. 👉Leia rótulos para não cair em furada, porque muitas vezes os padrões estabelecidos de cada local, são diferentes do lugar onde vives.

Além do mais, a nomenclatura e/ou “tradução” da mesma, pode ser diferente de um local para outro.

Isso é muito comum e vale para tudo, não só para a comida. 👉Procure comprar em supermercados locais alguns snacks e alimentos práticos para levar consigo, tais como: -Vegetais (prepare cenoura e pepino em palito, tomatinhos…)

– Castanhas, amêndoas e outras nuts;

– Frutas in natura;

– Frutas desidratadas;

– Queijos;

– Carne desidratada ou defumada (naturalmente de preferência);

– Outras opções possíveis para salvar a fome quando precisar, como enroladinho de couve com queijo e copa ou salame… 👉Se tiver como cozinhar, melhor ainda (principalmente se tiver alguma intolerância ou alergia), assim você sabe exatamente o que tem na sua comida, prepara do jeito que gosta e até economiza uns trocados para gastar com outras coisas.

MAS ainda sim, se possível, não deixe de experimentar a culinária local. 👉Quando comer fora: experimente os pratos diferentes, procure variar. E sempre que necessário, verifique a possibilidade de fazer trocas inteligentes, como por exemplo, trocar a batata frita que acompanha o prato, por uma porção de vegetais e/ou salada.

Viu? Nada muito diferente do que você está acostumado a fazer em sua rotina.

Você sempre está no controle!

Suas escolhas são sua responsabilidade, você só precisa ter ciência das mesmas e de suas consequências.

A vida não vai parar para você fazer dieta, não use viagens, festas, quebras de rotina, outras pessoas e outras coisas diferentes da sua rotina, como desculpa para jacar geral.

A RESPONSABILIDADE é sua!

Se você quer de verdade, vai fazer e encontrar soluções para cada problema ou dificuldade.

A não ser que você esteja perdido numa ilha deserta. Não pera, nesse caso realmente não tem como furar ou jacar 😅😂

Captura de Tela 2019-03-29 às 13.35.48

COMER de 3 em 3 horas… MÁ IDEIA!

Para ganhar peso, fracionar as refeições, é uma boa estratégia para conseguir dar conta do consumo.⠀

Ué “dizem” que pular refeições engorda! Confuso não? ⠀

Entenda:⠀

Se a pessoa quer perder peso, por que ela deveria comer o tempo todo? Mesmo sem sentir fome? ⠀

Dizem que “Se você comer frequentemente, você terá menos apetite na próxima refeição” então TALVEZ você venha a comer menos, e isso ajudará a “aumentar” seu metabolismo e também o gasto calórico”, do contrário, vai desacelerar. ⠀

Na verdade, o metabolismo não desacelera, mesmo se ficar até 3 dias (72 horas) sem comer nada, e ainda, ajuda a acelerar o metabolismo. ⠀

Veja nesses estudos: ⠀

http://bit.ly/3em3horas1

http://bit.ly/3em3horas2

http://bit.ly/3em3horas3

http://bit.ly/3em3horas4

http://bit.ly/3em3horas5

Está aí algumas evidências de que se alimentar com mais frequência não afeta a taxa metabólica basal e muito menos auxilia o emagrecimento.⠀

⠀⠀

Pq existem 2 estados metabólicos possíveis: o alimentado, e o não alimentado. ⠀⠀

Durante o estado alimentado, o corpo fica no “modo de armazenamento”, ele não precisa dos seus estoques de gordura para transformar em energia; enquanto que no estado NÃO alimentado, o corpo depende dos seus estoques. ⠀

⠀⠀

Se sua dieta é rica em industrializados e carboidratos (refinados, complexos, quaisquer sejam eles) e de baixa caloria, vai sentir FOME o tempo todo. Por isso, comer a cada 3 horas é necessário nesses casos, mas isso não significa que é o ideal.⠀

Pensa comigo: Dessa forma, você passa no mínimo 2/3 do tempo no “estado alimentado”, comendo a cada 2 ou 3 horas, o que impede o uso das suas reservas de gordura.⠀

Enquanto que em uma dieta naturalmente composta por teores maiores de gorduras e proteínas, caracterizadas por promover muita SACIEDADE, o hábito de comer de hora em hora é desnecessário, e a mesma, viabiliza horas sem sentir fome, sem comer, que promove a utilização das reservas (tecido gorduroso).⠀ ⠀

Porque comer comida de verdade in natura, ajuda a controlar seus níveis de hormônios que regulam a fome. Logo, passará a comer somente quando SENTE FOME de verdade e até que sinta saciedade.⠀

Para saber +: http://bit.ly/33horas

IMG_6172

QUANTOS OVOS POSSO COMER POR DIA?

🐣

Ovo, um alimento da natureza tão completo, que gera uma vida!

Bolacha recheada, um alimento da indústria tão completo, que gera vício!

.

Por que mesmo, estamos preocupados com a quantidade de ovos por dia, e não com a quantidade de bolacha recheada e seus semelhantes? Clique aqui para entender mais sobre o que estou falando.

.

Perdemos a referência?

 

Desconfiamos tanto da natureza e agimos de maneira leviana com nossa saúde, ao nos alimentarmos atendendo mais nossos desejos, do que nossas necessidades. Perdemos a sabedoria do comer para ter saciedade, além da satisfação, e achamos normal sentir fome o tempo todo, como se fosse um defeito do organismo, cada vez mais sobrepesados e doentes, cada vez com fome mais insaciável… do outro lado, pessoas que estudam ciências da saúde, tentam nos convencer que o corpo é matemática, basta comer menos e gastar mais, a conta fecha! Mas o corpo não! Ele se cobra, com o objetivo de te manter vivo, aumenta a fome, e te deixa mais sonolento. Isso pode ser levado por um tempo, mas ninguém aguenta passar fome e ficar indisposto a vida inteira.

Não é mesmo?

.

Como mudar isso? Priorize comida da natureza que não tenha sido processada pela indústria.

vitamin-c-3684098_1280

Como acelerar o processo de emagrecimento?

Se tem uma coisa que acelera o processo de emagrecimento, essa coisa é a tal da “paciência”.

É ilusão achar que estratégias extremas são mais rápidas e eficientes. Veja bem… a maioria das pessoas faz de tudo e não sai do lugar 🤔.

RESULTADOS levam tempo! É preciso ter paciência e dar o seu melhor! Porque a “coisa” mais eficiente se chama: “mudança de hábitos”.

Porque é melhorando o que não está alinhado aos objetivos, que se obtém diferentes resultados.

Não existe atalho, nem mágica! Muito menos chás ou termogênicos que farão por ti, o que tu mesmo não faz.

O PROBLEMA é essa pressa toda, é o querer para ontem!
É O QUERER que as mudanças de uma semana ou um mês, já provoquem resultados extraordinários! Como se o teu corpo fosse um transformer… Mas isso é ilusão! Teu corpo demora para construir tecidos (mesmo o gorduroso), e o mesmo vale para “destruir” estes. Não é da noite para o dia, é de um conjunto de dias, meses e/ou anos.

E vai por mim, mudar hábitos, aderir novos e desapegar dos antigos, faz toda diferença!

Porque na tua mente não se trata de algo momentâneo, se trata de fazer diferente, se trata de uma escolha feita para a vida.

Assim tu poupas tempo, já que não há altos e baixos, não há picos de engorda e de emagrecimento. Não há confusão do que fazer para se “libertar” desse estresse. .
Porque uma mente consciente das alterações feitas, dos resultados obtidos e dos pontos que ainda podem ser melhorados, poupa tempo. Pois está sempre evoluindo, fazendo os ajustes e melhorias, enquanto o outro continua indo e voltando (sem sair do lugar). .
É isso a tal “COISA” que acelera o processo de emagrecimento.

O que fazer então? Pare de querer REMEDIAR maus hábitos que você ainda não escolheu mudar.
Você sabe onde está errando, e não é um “remedinho” que vai resolver tudo para SEMPRE.

Resultados para a vida, tem como BASE, os hábitos que aderimos durante a mesma. VOCÊ é resultado de todos os anos que se passaram

Pense nisso 😉
E

Não coma menos, coma melhor!

20525797_1485685734825828_7954008484204635282_n

O bom não é inimigo do ótimo!

Em tempos de ansiedade – finaleira do ano- a gente precisa ter a cabeça no lugar.
Se estiver tendo dificuldades de começar ou dar continuidade a algum projeto seu… Simplifique!
Trabalhe com o que tem!

Se tu não tens teu próprio galinheiro em casa, compre os ovos… entende? Se não for orgânico, caipira, de casca vermelha ou branca ou azul… ovo é ovo!

Tratando-se daquela mudança no hábito alimentar (sua dieta) que tu não conseguiu colocar em prática ainda… lembre-se que o bom não é inimigo do ótimo, e comece devagar! Quem deu o primeiro passo, já não está no mesmo lugar.

Da minha parte, se é que posso te ajudar em algo… Sugiro que comas quando estiver com fome, e até que estejas satisfeito. Não conte calorias, pelo mesmo motivo que você não conta quantas vezes respira por minuto – contar calorias é um conceito bizarro e ineficaz.
E esqueça os produtos industrializados – procure sempre comida de verdade.

36299997_1800718216655910_9047854792394670080_n

Saia da zona de conforto

“Não tenho dinheiro pra bancar personal/academia, ginástica, entre outros”⠀⠀
“Não tenho as ferramentas certas de cozinha, não tenho roupa e tênis certo de treino”⠀⠀
“Não tenho acesso a alimentos orgânicos”⠀⠀
“Não consigo ovo caipira, de galinha criada solta”⠀⠀
“Fazer dieta é caro, não tenho condições de bancar”⠀⠀
“O que posso e não posso?”⠀⠀
“Não sei por onde começar”

As alegações são inúmeras e constantes.

Eu sei, a gente olha o nível das blogueiras ou até de pessoas normais (gente como a gente) nas redes e pensa: “NOSSA como começar nesse nível? Ainda não tenho isso e aquilo”… .
Gente… bobiça da nossa cabeça, achar que elas começaram ontem e já tinham tudo perfeito. 😅 claro que não! Elas já estão em outro nível! Pra chegar lá precisa passar por cada fase 😉 sabe foto de famoso ANTES de ser famoso? .
É tipo isso 😂 então, faça seu antes 📸, pegue essa dica👇 e dentro de alguns meses, me envie o depois! .
Combinado? .

Vamos lá!!! 🙌 #nãoéreceitadebolo porque cada um tem a sua!

Antes de mais nada, o importante é que você sabe o que precisa melhorar. Tendo isso, dê um passo de cada vez. 😉.

 

Trabalhe com o que tem, não precisa começar fazendo perfeito. APENAS COMECE agora!⠀
Planeje-se. Quando? Quanto?
Organize-se. Sabe que nem na época da escola, que a gente preparava a mochila com todo o material necessário? Lembra que o uniforme já deveria estar separado? Roupas íntimas e toalhas para nem precisar “pensar” muito antes? Entãooo! Deixe tudo pronto! O que você precisa pra fazer acontecer? Como vai fazer? Não deixe pra pensar na hora… porque aí você pensa duas vezes, três, e o “conforto” é sempre mais “confortável” e do amanhã já não se sabe, por mais que você jure para si mesmo… faça o que tem que ser feito agora!

TEMPO não é problema. Se fosse problema, somente os desocupados conquistariam sucesso.

PRONTO!!! Essa é a base do seu comprometimento.
Pegue todas as suas “impossibilidades e desculpas” e arrume a solução 🤘 faça acontecer.
Já dizia Einstein: “insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes”.

girl-791563_1920

Quero emagrecer! Por onde começar?

Emagrecimento saudável começa com a sua melhor dieta – aquela que você consegue fazer sem ter que “parar a vida” pra cuidar dela.

Em primeiro lugar, é preciso ter a mente forte. Sair da zona de conforto não é fácil no início, depois os desafios vão aumentando e você estará sempre mais forte pra cada um deles. Portanto, organize-se e planeje-se para escolher com sabedoria os caminhos para mudar todos os pontos necessários, e criar uma base forte para facilitar todo o processo. E siga os passos:

1- COMECE AGORA, não amanhã, nem na segunda-feira! Não precisa começar com as condições perfeitas, apenas precisa do pontapé inicial.

Lembre-se: a direção é mais importante do que a velocidade.

2- Por onde começar? Anote SINCERAMENTE em um papel a sua rotina alimentar (ou passe uma semana fotografando tudo o que ingerir). Ou FOTOGRAFE! COM BASE nisso, saberás o que precisas mudar/melhorar (a gente sempre sabe onde está errando), trabalhe a solução e aplique-a.

3- Seu cérebro trabalha com repetições. Portanto seja positivo e acredite em sua capacidade, acredite nas suas atitudes! “Eu vou usar calça 38”, “Eu consigo aprender a gostar de comer mais vegetais”, “Eu consigo me organizar para realizar tudo o que eu quiser”, “Eu consigo tirar o açúcar do meu café”, “Eu consigo incluir isso, e assim, vou conseguir comer menos pão durante a semana”… Entendeu?

4- Feito é melhor do que perfeito!
O bom não é inimigo do ótimo, trabalhe com o que tens! Se o “ideal” não for possível de primeira, trabalhe com as pequenas melhorias possíveis. Foco em trabalhar na sua melhor versão de si mesmo(a). Anote suas dificuldades, aprenda com seus erros, planeje as melhorias e FAÇA!

5- Agradeça cada conquista! Só o fato de “começar” já é uma delas! Agradeça por ter esse corpo inteiro só seu, por querer ele bem (melhorar dentro do seu desejo), por ter essa oportunidade, por poder fazer as mudanças para alcançar o que desejas, por cada passo erro, pelos acertos… E ALÉM disso, por tudo que tens na vida!